Lembra do tatuador que fez isso? O destino dele foi assustador

Resultado de imagem para Lembra do tatuador que fez isso? O destino dele foi assustador
Recentemente, um crime acabou chamando a atenção de todo o Brasil. Um menor de idade, que seria viciado em drogas, acabou sendo vítima de uma tatuagem na testa. A frase "Sou Ladrão, sou vacilão" foi feita por um tatuador do grande ABC, em São Paulo. O tatuador, identificado como Maycon Wesley Carvalho dos Reis, de 27 anos, acabou sendo preso pelo #Crime. Inicialmente, as acusações contra ele foram relativas à tortura, mas atualmente o Ministério Público denuncia o tatuador por uma série de crimes, como cárcere privado. Mas afinal, o que aconteceu com o tatuador que fez a polêmica frase na testa do jovem em São Paulo?

Tatuador da frase 'Sou Ladrão, Sou Vacilão' em menor tem pedido de liberdade negado

O profissional que fez o ato no jovem diz que o menino teria roubado a bicicleta de um deficiente físico e que, por isso, tomou tal atitude.




Atualmente, Wesley, que também é conhecido como Tato Reys, está preso em Tremembé, na grande São Paulo. Ele está no mesmo complexo penitenciária de nomes como Suzane Von Richthofen e vive momentos verdadeiramente assustadores. Neste sábado (8), o portal de notícias R7 acabou dando uma atualização sobre o caso e acabou surpreendendo muita gente. O Tribunal de Justiça de São Paulo recebeu um pedido dos advogados do tatuador, que queriam que ele fosse julgado em liberdade. Apesar das iniciativas, não deu certo e o pedido acabou sendo negado. Com isso, Maycon Wesley Carvalho dos Reis deve continuar preso, sem qualquer previsão de liberdade.

Pedreiro que a ajudou tatuador a fazer frase na testa de jovem também continua preso

Além do tatuador, quem também continua preso é Ronildo Moreira de Araújo, de 29 anos.



Ele ajudou o profissional a fazer o ato que chocou muita gente. Ronildo trabalha como pedreiro e ele foi o responsável por acabar filmando o ato. O vídeo que mostra o jovem sendo tatuado na testa com a frase 'Sou Ladrão, Sou Vacilão' viralizou na internet e acabou servindo como provas contra os acusados. Eles podem ficar até 8 anos na prisão por conta do ato. O jovem que sofreu a tortura no vídeo negou que tivesse roubado qualquer bicicleta, mas confessou que tinha problemas com drogas.

RECOMENDADAS PARA VOCÊ

loading...