Polícia se impressiona com bandido que furtava carros mesmo com alarmes; veja como se proteger

                  
Imagine o seguinte: você para seu carro no estacionamento de um shopping, vai até à terreiro de alimento, come um lanche rápido e em meia hora está de volta. O carro está fechado, nenhum vidro quebrado, nem sinais de rombo — enfim, você está em um shopping. Você aperta o botão para destravar o carro normalmente, mas nota que tem alguma coisa faltando por ali.
Sua mochila, seu rádio, as moedinhas no console, o computador que você deixou no banco de trás para não ter que carregá-lo por aí, tudo sumiu. Porquê se você nunca tivesse os disposto dentro do carro, ou porquê se alguém também tivesse as chaves. É exatamente isso o que o Chapolin faz.
Ele é um dispositivo eletrônico semelhante aos chamados “chupa-cabra” de portões eletrônicos, que copiam o sinal emitido pelo controle remoto original, criando um clone para os bandidos. No caso do Chapolin, o aparelho embaralha os sinais enviados pelo controle de travamento à intervalo, e segundo consta, existem modelos capazes até mesmo de plagiar o código de segurança do controle.
O aparelho é relativamente novo — o primeiro caso de latrocínio praticado com o Chapolin foi registrado no final de 2013, quando um ladrão de carros de luxo foi recluso em sua moradia em Porto Contente com vários equipamentos roubados dos carros, porquê aparelhos de GPS, rádios automotivos, celulares e computadores. Junto estava o bloqueador, que foi periciado pela polícia para desvendar porquê é seu funcionamento. Desde portanto vários outros casos foram registrados em todo o Brasil, sempre sem arrombamentos.

Porquê os ladrões usam?

Se você é do tipo de que fecha a porta e aperta o travamento enquanto sai andando, é bom mudar de hábito. É exatamente nessa hora que os bandidos, escondidos, acionam o Chapolin para impedir o travamento e o acionamento do alarme ou plagiar o código do controle. Depois que o motorista perde o carro de vista, eles simplesmente abrem a porta que teve o travamento impedido — ou as destravam com o código copiado, retiram o que tiver de interesse, fecham o carro e vão embora, porquê se estivessem tirando seus pertences de seu próprio carro. Alguns até trancam as portas de volta. Sou ladrão, mas sou camarada. 
FlatOut 2014-07-05 às 11.40.10

Porquê você pode se proteger?

Em primeiro lugar, pare de usar o controle remoto longe do carro. Procure sempre acionar o controle o mais próximo provável, sempre verificando a presença de tipos suspeitos por perto. É muito provável que você já faça isso, mas comece a verificar que as portas estão travadas antes de se alongarSimples: não deixe objetos de valor, muito menos os documentos dentro do carro. Se preferir, vale até voltar a trancar as portas com a chave, para evitar deixar o sinal eletrônico no ar pronto para ser tomado por qualquer desocupado.