Motoristas de seis ônibus formaram uma espécie de colchão com os veículos debaixo de viaduto de Taguatinga, no Distrito Federal, para “amortecer” a queda de uma mulher que tinha intenção de saltar no local. A “rede” de coletivos foi formada após ideia de policiais militares que identificaram a situação.
Os militares começaram a conversar com a mulher e tentaram convencê-la a não se jogar da estrutura. Por segurança, eles fecharam o trânsito na via debaixo do viaduto e orientaram os motoristas a posicionar os coletiivo.
“Ela estava na ponta dos pés, quase se jogando. Aí tivemos a ideia de colocar os ônibus embaixo para amortecer a queda”, diz o tenente da PM João Gabriel Silva. “O trânsito já estava fechado, então a gente pediu para os motoristas estacionarem lá.”
A mulher foi retirada do local quando acabou se desequilibrando e foi puxada por um policial. Em seguida, homens do Corpo de Bombeiros a levaram para o Hospital Regional de Taguatinga (HRT).
Fonte: http://g1.globo.com