Professora é suspensa por publicar selfie "provocante" no Facebook

A foto que gerou a discórdia (Foto: Reprodução/Facebook)
Em entrevista ao Daily Mail, a professora defendeu-se dizendo que nem mesmo seu avô consideraria aquela imagem como "sedutora ou inapropriada". "Eu tenho uma regra sobre postagens no Facebook e Instagram: se meu avô, que Deus o abençõe, olhasse para qualquer uma das minhas fotos com desgosto, então eu jamais as publicaria", afirmou. "Não estou preocupada com elas, mas aparentemente as pessoas estão".
Diante do caso, alunos de Lydia criaram uma petição chamada "Tragam a senhorita Ferguson de volta" exigindo que ela seja liberada para voltar às aulas. Para eles, o grande problema escancarado pela situação é: a direção da escola é muito puritana. 
"Ela é uma professora brilhante. Está lá para orientar os estudantes que têm problemas, como bullying e coisas do tipo. Ela nos ajuda muito e estamos muito chateados que tenha sido suspensa", escreveu um estudante na petição, que já conta com mais de 250 assinaturas.
Apesar da reivindicação, a diretora da instituição, Sue Carbert, afirmou que a decisão não levará em conta o apelo dos estudantes: "Se tivermos qualquer reclamação sobre um funcionário, isso não será discutido com os alunos. Nós estamos cientes dos rumores, mas ainda não está nada certo".
Lydia ainda não foi autorizada a retomar a função na escola. 

RECOMENDADAS PARA VOCÊ

loading...