Vídeo flagra batidas de lanchas em velocidade

Ao que tudo indica, a ação imprudente de um piloto de embarcação colocou em risco várias vidas de uma mesma família, a bordo de uma lancha nas águas do Litoral Paulista.
A família curtia o fim de tarde na região entre a Ilha das Palmas e o Guarujá quando, de forma inesperada, um outro barco em alta velocidade começou a se aproximar.
O piloto acelerou imprudentemente e, em cima da hora conseguiu manobrar o barco para que ele não batesse em cheio na lancha. Entretanto, não foi possível evitar a colisão lateral, cujo impacto mais leve não impediu o pânico geral entre os presentes.
E tudo isso foi registrado pelo celular de um dos banhistas. Uma das mulheres que está na lancha grita de horror, temendo o pior. Por muita sorte uma tragédia maior não aconteceu.
Agora o caso está sendo investigado pela Capitania dos Portos. O vídeo feito pela família foi objeto de análise, assim como o relato das testemunhas e vítimas. Segundo as pessoas que estavam na lancha atingida, o piloto da embarcação de cor laranja desenvolveu alta velocidade de forma premeditada. Eles acreditam que o rapaz jogou propositalmente o barco em cima da outra lancha, mas com a intenção de tirar uma “fina”.
A brincadeira irresponsável podColisão está sendo investigada pela Capitania dos Portoseria ter vitimado inclusive as crianças que também estavam dentro da lancha.
Após a colisão, os ocupantes da lancha atingida ficam indignados. Uma mulher profere um xingamento ao piloto e os demais questionam o porquê de ter feito o que fez.
Uma testemunha deu entrevista ao site G1, na condição de manter anonimato. Ela explicou que as imagens foram gravadas durante o Carnaval, quando diversas outras lanchas estavam ancoradas nas proximidades da Ilha das Palmas.
Ela conta que o piloto da lancha que causou o acidente fez anteriormente outras manobras radicais e irregulares, a ponto de um barco menor que passava na área quase virar.
Membros do clube existente na Ilha das Palmas também deram relatos. Alguns apontam que o piloto estava alterado, fazendo malabarismos náuticos irresponsáveis.
A Marinha do Brasil, por meio da Capitania dos Portos, divulgou uma nota em que o abalroamento entre as embarcações 'Dika Brothers' e 'Again' foi registrado no último dia 28, terça-feira de Carnaval.
Peritos já fizeram análise das duas embarcações nas marinas onde foram guardadas. Um laudo pericial fará parte das investigações, que por meio de inquérito administrativo já instaurado deverá apurar as causas, circunstâncias e os responsáveis pelo acidente.
#Polícia #Crime

RECOMENDADAS PARA VOCÊ

loading...