Saiba quem são os 12 criminosos "superprocurados" pela polícia de SP

Resultado de imagem para Fabiano Alves de Souza, o Paca, e Rogério Jeremias de Simone, o Gegê do Mangue, são criminosos procurados pela Justiça, mas não são bandidos comuns. Segundo o Ministério Público de São Paulo, os dois fazem parte da cúpula do Primeiro Comando da Capital (PCC) e são "as vozes" da facção criminosa fora dos presídios. A suspeita das investigações é que ambos estão no Paraguai atuando no tráfico de drogas e armas. Além deles, outros bandidos são considerados "superprocurados" pela polícia.

Fabiano Alves de Souza, o Paca, e Rogério Jeremias de Simone, o Gegê do Mangue, são criminosos procurados pela Justiça, mas não são bandidos comuns. Segundo o Ministério Público de São Paulo, os dois fazem parte da cúpula do Primeiro Comando da Capital (PCC) e são "as vozes" da facção criminosa fora dos presídios. A suspeita das investigações é que ambos estão no Paraguai atuando no tráfico de drogas e armas. Além deles, outros bandidos são considerados "superprocurados" pela polícia.

Luciano Castro de Oliveira: procurado por roubo. Indicado como um dos mentores de roubos contra transportadoras de valores, que somam prejuízos de mais de R$ 100 milhões. Está foragido desde 2001. Wellington R. Ferreira de Oliveira: procurado por homicídio. Acusado de estar envolvido com o tráfico na região de Bauru e de integrar o PCC, foi condenado por roubo, além de ter mandado de prisão preventiva por homicídio. Elizeu Nunes: procurado por estupro. Foi acusado de estuprar a enteada, que gravou os abusos e entregou para a Polícia de Franca, em 2014. Segundo a investigação, a vítima era abusada desde os 8 anos. Willian Gaona Becerra: procurado por sequestro. Condenado por participar do sequestro do publicitário Washington Olivetto, em 2001. Ganhou direito à saída temporária, em 2010, e nunca mais voltou.