Mulher fala mal de policiais no Facebook e acaba presa; vídeo

Algumas pessoas não sabem o risco que correm ao postarem algumas coisas nas redes sociais. Muitos pensam que uma postagem não pode gerar nada, e alguns acabam proliferando discursos de ódio na rede, sem se importar com as consequências das palavras digitadas. Esse foi o caso de Bruna em um vídeo de apreensão policial que acabou viralizando na internet após a mulher fazer diversas postagens contra a Polícia Militar.Bruna falou mal de policiais no Facebook e acabou presa por desacato.
A jovem de cabelo vermelho no vídeo até gagueja para assumir as postagens quando o comandante lê o que a mulher escreveu. Com o perfil Bruna e Paulinho, a jovem xingava os policiais de sua cidade com apelidos como vermes e dizia que muitos trabalham alcoolizados atendendo ocorrências de crimes na cidade.
A mulher disseminava ódio contra os agentes de segurança pública em seu perfil na rede social. A jovem não conseguia falar direito quando o policial começou a dizer por quantos crimes a mulher poderia ser presa com suas declarações na internet. Bruna tentou se esquivar dizendo que uma amiga tinha usado sua rede social para fazer aquelas postagens.
O que os policiais não imaginavam é que encontrariam droga na casa da mulher. No vídeo os agentes encontraram pinos com cocaína e pedras de crack. Ao ser colocada dentro da viatura, Bruna diz que a droga é de Paulinho, seu marido. O pai da jovem liga para o homem que acaba assumindo a posse dos entorpecentes via celular.
O comandante então tira Bruna da viatura, no vídeo não é possível acompanhar o desfecho mirabolante da mulher que falava mal de policiais no Facebook. Como seu marido assumiu a posse das drogas, a mulher livrou-se de ser presa por tráfico, mas os crimes que o comandante fala nos vídeos de calúnia e abuso de autoridade Bruna não conseguiria se safar. Assista:
Bruna falou mal de policiais no Facebook e acabou presa por desacato.
A mulher deve ter sido presa e com certeza nunca mais vai comentar nada de mal contra os agentes de segurança pública de sua cidade, que mostraram ser bons de serviço pegando a mulher através de suas postagens nas redes sociais. #Crime#Investigação Criminal