Homem é condenado por matar namorada durante o sexo

Chico Fierro, de 26 anos, foi condenado a 25 anos de prisão pela morte da namorada, Karyna Rodriguez, que faleceu por lesões causadas durante uma relação sexual entre os dois.


Segundo informações do "El Paso Times", Karyna faleceu no Valentine's Day (Dia dos Namorados comemorado em 14 de fevereiro em diversos países) por conta de uma hemorragia causada por lesões internas.
À polícia, Fierro alegou que os dois haviam feito "sexo intenso" e então pegaram no sono. No entanto, agentes analisaram o celular do rapaz e encontraram fotos do corpo ensanguentado da moça na cama. 
Promotores acrescentaram ao processo que ex-namoradas do rapaz disseram aos investigadores que ele tinha a mania de usar objetos durante o sexo. Segundo o "Mirror", ele assumiu a culpa pela morte de Karyna.
Ao tribunal, o médico Juan Contín informou acreditar que a moça ainda estava viva ao final da relação sexual, mas, sangrando e sem receber socorro, acabou falecendo durante a noite.
Fierro estudava na Universidade do Texas e trabalhava como personal trainer na época do crime. 

RECOMENDADAS PARA VOCÊ

loading...