Em briga de vizinho nao consegue arrombar casa e joga madeira pela janela que acerta a filha da vizinha

Uma criança de 6 anos teve um traumatismo craniano após ser atingida por um pedaço de maneira do tipo caibro no bairro Cabuçu, em Nova Iguaçu, Baixada Fluminense. O agressor, segundo a família, foi o primo da criança, de 20 anos. Alice Coutinho e Souza Pereira está internada no Hospital da Posse, em Nova Iguaçu, e passará por uma cirurgia na cabeça. O caso foi registrado na 56ª DP (Comendador Soares).A imagem pode conter: 3 pessoas, pessoas sorrindoEle quebrou a minha janela e acertou minha filha na cabeça. Ela está traumatizada. Só de falar em ir para casa fica desesperada. Os médicos disseram que ela pode ficar sem um pedaço do osso do crânico que, se não crescer, vai ter passar por uma outra cirurgia daqui alguns anos — contou Fernanda Roberta Coutinho e Souza, de 34 anos, mãe da menina.
A briga começou há um mês. Fernanda discutiu com a cunhada, mãe do primo acusado da agressão. As duas famílias são vizinhas. De noite, o rapaz, segundo Fernanda, voltou a discutir com ela. A tensão continuou e, no último sábado, houve novo bate-boca. O homem, então, teria pulado o muro e quebrado portas e janelas da casa da vítima. A família, com medo, se escondeu no quarto. Ele arrombou a porta da frente, mas não conseguiu passar pela porta do quarto.
Então ele foi para a fora da casa de novo, quebrou a janela e jogou a madeira na cabeça da minha filha — afirmou.