Motorista arrasta moto por 22 metros e mata marido e amante

Mulher foi presa em flagrante e o caso foi arquivado como homicídio doloso

© Pixabay

A colisão do veículo na parte traseira da moto fez as vítimas serem jogadas no chão. Em seguida, foram arrastadas pelo carro até se chocarem contra um muro de um imóvel. 
A Polícia Civil foi acionada, mas, ao chegarem no local, os agentes perceberam que as vítimas estavam sem vida. Segundo o G1, a Polícia Civil e a perícia também compareceram ao local.
Conforme relato da perícia, a moto foi arrastada por cerca de 22 metros e não foram verificados sinais de frenagem que mostrassem que a mulher tentou evitar a colisão. Uma testemunha afirmou que a motorista estava em alta velocidade e ressaltou que em "nenhum momento observou a motorista freando o veículo", conforme o Boletim de Ocorrência.
A suspeita disse que realmente perseguiu o marido, até o momento da colisão, devido ao caso extraconjugal que ele estava tendo com a outra vítima. Autoridades passaram a tratar o caso como homicídio doloso, pelo ato ter sido "motivado por ciúmes". A mulher foi presa em flagrante e encaminhada para a Cadeia de Dracena.