Juiz decreta prisao preventiva de Idoso dono de um Bar que reagiu a assalto e matou um bandido em SP

Continua preso no 36° Distrito Policial de SP (36° DP), um idoso que matou um suspeito de assalto durante a madrugada desta quarta dentro de um bar na zona leste de São Paulo. O idoso, que terá sua identidade preservada, disse em entrevista à ao Portal R7 que "Era ele ou eu”.

O idoso foi detido por Homicídio Cruel e sem Possibilidade de Defesa para a Vítima
O morador e comerciante  disse que já foi assalto 15 vezes, nesse mês em três ocasiões e já não aguentava mais ser assaltado e por isso reagiu.

Um homem morreu na noite de quarta-feira depois de assaltar um estabelecimento comercial na ZL de SP, no Ae Carvalho na cidade de SP. Marcos Felipe Tavares Silva( Conhecido como Loirinho) de 26 anos, foi baleado pelo proprietário do comércio, quando tentava assaltar o local do local.


De acordo com informações da Polícia Militar, Felipe entrou no local armado e anunciou um assalto. Pegou dinheiro do caixa, além de carteiras e pertences dos clientes. Para ir embora, exigiu a chave de um carro, que estava estacionado em frente ao local.

Enquanto tentava sair, o comerciante começou uma briga corporal com o ladrão e conseguiu tomar a arma do assentante e disparou 5 tiros no mesmo. Felipe acabou atingido e não resistiu. Ele morreu no local.
Quando a Polícia Militar chegou, o proprietário do comércio não estava mais no local, mas foi informada de que ele irá se apresentar na delegacia na manhã desta quinta-feira.

Segundo a Promotoria, os trâmites para o flagrante foram feitos dentro da lei e não havia outra atitude a ser tomada. “Quando um caso chega ao plantão no DP não há uma equipe especializada para fazer um levantamento mais profundo, temos apenas informações da PM e, neste caso, do acusado. Todos os requisitos do caso levaram o delegado para realizar a autuação, que foi feita de maneira legal”, disse o Promotoria que pede prisão.


Fonte: noticias.r7.com