Chamado de 'inocente', filho morto de Tati Quebra Barraco já havia sido preso

Neste domingo, 11, as redes sociais acordaram com um assunto, a morte de Yuri Lourenço da Silva, de dezenove anos, também conhecido como um dos filhos da funkeira Tati Quebra Barraco. De acordo com informações do jornal Extra, ele foi morto a tiros em um confronto com a polícia, na Cidade de Deus, na Zona Oeste do Rio de Janeiro. Tati escreveu mensagens insinuando que seu filho era "inocente" e mais uma "vítima" da polícia. "A Polícia vai deixar uma ferida que não irá cicatrizar", escreveu ela em uma rede social.
Yuri, no entanto, já tinha currículo criminal. Em novembro do ano passado, por exemplo, ele foi preso por furto qualificado. O Crime que ocorreu em setembro de 2015 o rendeu uma condenação de dois anos de reclusão, mas o rapaz conseguiu a liberdade depois de oito meses na prisão. Isso porque, segundo o jornal Extra, a pena foi convertida em punição alternativa. Ele não poderia sair aos fim de semana e teria que prestar serviços na Cidade de Deus, onde morava. O filho da cantora Tati Quebra Barraco ficou preso no Complexo de Gericinó.