Idosa de 80 anos morre após ser estuprada em casa, em São Gonçalo


Uma idosa de 80 anos vítima de um estupro foi encontrada morta por sua filha, dentro de casa, no Barro Vermelho, em São Gonçalo, Região Metropolitana do Rio. O caso aconteceu na tarde da última quarta-feira. A família chegou a acreditar que ela havia morrido de causas naturais, mas durante o exame de necrópsia, realizado na quinta-feira, os peritos constataram que ela havia sido violentada sexualmente. O corpo da aposentada será enterrado às 16h, desta sexta-feira, no Cemitério de São Miguel, em São Gonçalo.
O caso foi registrado, inicialmente, na 73ª DP (Neves). E, depois da constatação do crime, foi assumido pela Divisão de Homicídios (DH) Niterói. De acordo com o delegado Allan Duarte, a polícia ainda não fechou uma linha de investigação sobre o crime.
— É um caso muito complicado. Os exames dão conta de que ela foi violentada e que sofreu hemorragia interna. Nada está sendo descartado. Pela nossa primeira apuração, no primeiro momento, a idosa não tinha sinais externos de agressão e a família não sentiu falta de nenhum bem.
Durante o velório da vítima, um parente que pediu para não ser identificado disse que a idosa era viúva e vivia sozinha.
— Nossa família está arrasada. Tudo que está ao nosso alcance já foi feito, que é o de passar as informações para a polícia.

RECOMENDADAS PARA VOCÊ

loading...