Paulo Henrique Amorim embolsa R$ 2,6 milhões do PT para criticar o juiz Sérgio Moro

Paulo Henrique Amorim embolsa R$ 2,6 milhões do PT para criticar o juiz Sérgio Moro

O mesmo Paulo Henrique Amorim que faturou já R$ 2,6 milhões dos governos petistas publica um artigo sórdido onde tenta associar a figura do Juiz Sérgio Moro, responsável pela  Operação Lava Jato que investiga a participação do PT no roubo de bilhões de reais da Petrobrás, à condições precárias em celas da PF.
Mesquinho e sem nada consistente para noticiar sobre o responsável pela prisão dos operadores do dinheiro sujo das campanhas do PT, Amorim sugere que o Juiz Sérgio Moro seja o responsável por condições precárias das celas da Polícia Federal. Embora cite tratar-se de atribuição e responsabilidade direta do Diretor da Polícia Federal, do Ministro da Justiça e da própria Presidenta da República, o jornalista pago pelo PT começa o artigo citando “A Guantánamo do Juiz Moro”
Amorim se demonstra indignado com as condições precárias onde são mantidos “queridinhos” responsáveis pelos desvios na Petrobras e chega ao delírio de acusar o Juiz Moro de crime de tortura. 
Para os que não sabem , o Paulo Henrique Amorim que se revela indigando com o que ele chama de crime de tortura, é o mesmo que foi condenado por crime de racismo, quando chamou o Jornalista da Globo, Heraldo Pereira, de NEGRO.
Na decisão, o TJ afirma que houve crime de injúria racial e que a divulgação da frase em site contribuiu para aumentar o dano ao jornalista Heraldo Pereira. A pena ficou em 1 ano e 8 meses de prisão, mas foi substituída por restrição de direitos.