Policial é baleado por simpatizante do Estado Islâmico nos EUA

Um policial da Filadélfia ficou ferido após ser baleado várias vezes em uma emboscada por um homem simpatizante do grupo extremista Estado Islâmico (EI), informaram as autoridades nesta sexta-feira (8).
O homem "disse ter jurado lealdade ao Estado Islâmico e que segue Alá, e essa foi a razão do ataque", declarou um agente da polícia em referência ao suspeito detido logo após o ataque.
Foto não datada do policial Jesse Hartnett, baleado em emboscada na Filadélfia (Foto: Philadelphia Police Department via AP)Foto não datada do policial Jesse Hartnett, baleado em emboscada na Filadélfia (Foto: Philadelphia Police Department via AP)
O agente Jesse Hartnett, de 33 anos, foi baleado três vezes no braço por tiros disparados pelo criminoso que tentou executá-lo na noite de quinta-feira, havia explicado a polícia, que acrescentou que há um vídeo do incidente.
"Isso é uma das coisas mais assustadoras que já vimos", disse o chefe da Polícia da Filadélfia (leste), Richard Ross.
"Este homem tentou executar o oficial. O agente não tinha nem ideia do que estava por vir. É chocante que esteja vivo", acrescentou.
  •  
Investigador caminha pelo local onde o policial Jesse Hartnett foi baleado, na Filadélfia, na sexta (8) (Foto: AP Photo/Joseph Kaczmarek)Investigador caminha pelo local onde o policial Jesse Hartnett foi baleado, na Filadélfia, na sexta (8) (Foto: AP Photo/Joseph Kaczmarek)
Heartnett foi levado ao hospital e tratado por uma fratura no braço. Também sofreu danos nos nervos, mas sua vida não corre risco.
O agente, um veterano com cinco anos na corporação, disparou e feriu o agressor que tentava fugir a pé, mas que foi preso rapidamente.