Bala perdida mata PQD no meio dos bate-bolas

Militar foi atingido no abdômen. Ele deixa mulher grávida de 9 meses
O paraquedista do Exército Magno da Silva, de 21 anos, morreu ao ser atingido por uma bala perdida durante um encontro de bate-bolas que ocorria ontem na Rua Cupertino, em Quintino, Zona Norte do Rio.
De acordo com o 3º BPM (Méier), após ser baleado no abdômen, o militar foi levado por amigos para o Hospital Salgado Filho, no Méier, mas não resistiu ao ferimento. Magno estava prestes a ser pai, já que sua namorada está grávida de nove meses.
De acordo com informações da Delegacia de Homicídios da Capital (DH), um inquérito foi instaurado para apurar as circunstâncias da morte do jovem. Testemunhas contaram que um homem fez vários disparos para o alto durante uma briga no encontro de bate-bolas. Um dos tiros atingiu o paraquedista. No momento dos disparos, o local estava repleto de foliões, e houve correria e pânico. Agentes estão em diligências para buscar informações e imagens de câmeras de segurança da região que possam ajudar a identificar o autor dos disparos.
Já na noite de sábado, um homem não identificado foi encontrado morto a tiros dentro de um carro em Cascadura. A vítima foi assassinada na esquina das ruas São Pedro e Inharé, próximo ao Morro do Fubá. O caso também será investigado pela Delegacia de Homicídios da Capital. O corpo foi levado para o Instituto Médico Legal (IML) para identificação.